Dicas Naturais: Cirurgia de varizes a laser e cirurgia da safena a laser. (Parte 3)

Posted on

Conhecida popularmente como “tratamento de secar as varizes”, a escleroterapia é o método mais utilizado para determinar o desaparecimento desses vasinhos.

A técnica consiste em aplicar uma substância esclerosante chamada Poidocanol, em forma de espuma, diretamente nas varizes, até que estas desapareçam. Nas varizes de maior calibre, este tratamento pode não dar o melhor resultado, mas é capaz de diminuir o seu tamanho, sendo necessária mais de 1 aplicação na mesma variz. Segundo o cirurgião vascular, Dr. Daniel Benitti, o laser pode ser usado para tratar quase todas as varizes, desde os vasinhos muito pequenos (telangiectasias), até a veia safena. Por este motivo, o laser vem sendo cada vez mais utilizado para o tratamento das varizes e vasinhos. O laser funciona tanto para vasinhos como para varizes com a vantagem de ter recuperação mais rápida. – Sim, o procedimento de secagem – escleroterapia – feito em consultório daria cabo da mais feiosa de todas as varizes do meu corpo e ainda de outras mini feiurinhas. O laser é um grande avanço no tratamento das varizes, sendo indicado no tratamento das microvarizes. Sim é verdade, Para as varizes de grosso calibre , o cirurgião vascular deve ser consultado para outros tipos de Tratamento e o tratamento cirúrgico convencional também é muito efetivo. O tratamento pode ser feito semanal ou quinzenal, depende da região a ser tratada.

A cirurgia de varizes a laser está rapidamente se tornando o padrão-ouro no tratamento de varizes.

  • Polidocanol 0,5-2%
  • Glicerina cromada,
  • Glicose 75%,
  • Espuma,
  • Etc

  • O laser pode ser indicado isoladamente, mas funciona melhor como coadjuvante - afirma o cirurgião vascular.

A aplicação somente pode ser feita pelo médico. Após a aplicação o médico massageia local e aplica uma compressa. O Laser Transdérmico é um excelente dispositivo tecnológico para tratamento das varizes com propósito estético. Nos casos de excesso de melanina em peles mais escuras, por exemplo, isso pode representar uma barreira à passagem do feixe de raios do Laser no tratamento de varizes. A melhor aplicação para a espuma é o tratamento de veias de maior calibre, mas também pode ser usada na aplicação de vasinhos. A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir as varizes. O tratamento é conhecido popularmente como aplicação para varizes e baseia-se em injetar diretamente na variz uma substância química. Tratamento de Varizes a Laser em Fortaleza, Ceará. O médico faz aplicações de medicamentos esclerosantes nas veias prejudicadas por meio de Micro agulhas.

O Laser pode ser usado para tratar quase todos os estágios de varizes, desde o tratamento de vasinhos (telangiectasias) até para a ablação da veia safena.

  • Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica, 2013
  • Cleveland Clinic, Julho de 2011
  • University Of California, Dermatologic Surgery and Laser Center

Escleroterapia para varizesEste tratamento é realizado em pequenos vasos e as aplicações variam de acordo com a quantidade de vasinhos.

Em alguns casos cirurgia a laser é mais indicada para tratamento da veia safena. Tratamento de varizes cirúrgico e a laserO tratamento cirúrgico de varizes pode ser convencional ou a laser. AnestesiaA cirurgia pode ser feita com anestesia local ou bloqueio, dependendo do porte da cirurgia.Quando devo tratar as varizes? Aplicação nos vasinhos não é indicada As aplicações para secar vasinhos não são indicadas na gestação. No caso de complicações, por exemplo, varizes grossas, varizes em pessoas que apresentam sintomas apesar do tratamento clínico bem feito, a cirurgia geralmente é indicada. A escleroterapia é um tratamento feito pelo médico angiologista para eliminar ou diminuir veias e, por isso, é muito usado para tratar vasinhos na pele ou varizes. Por isso, a escleroterapia é também muitas vezes referida como ”aplicação para varizes” e geralmente é feita com a injeção de uma substância diretamente na variz para eliminá-la. No dia anterior à escleroterapia, deve-se evitar fazer a depilação ou aplicar cremes no local onde vai ser feito o tratamento. Entretanto os tratamentos mais comuns para remover os vasinhos nas pernas são: aplicação de laser, escleroterapia e a esclerose com espuma, tratamento muito conhecido como secagem de vasinhos.

  • Laser Transdérmico
  • Espuma Densa Ecoguiada
  • Termocoagulação por radiofrequência
  • Esclerose Líquida
  • Cirurgia
  • Manutenção do Tratamento

O tratamento de secagem dos vasinhos a laser, é realizado através de uma luz emitida na pele que age sobre os vasinhos vermelhos e de cor mais escura.

A espuma não é a primeira indicação para casos estéticos, embora com experiência crescente e associação de outras técnicas, como o laser e a escleroterapia (aplicações), estamos obtendo excelentes resultados. Já para o tratamento de perfurantes insuficientes a cirurgia endoscópica é decididamente superior, tal como a escleroterapia o é em relação ao laser transcutâneo nas varizes superficiais. A espuma pode ser feita com dois tipos de esclerosantes: o tetradecil sulfato de sódio (Sotradecol®) e o polidocanol. Porém, a efetividade do tratamento para varizes com espuma não é tão boa quanto à cirurgia, seja a cirurgia tradicional ou os métodos mais recentes como laser e radiofrequência. O processo é acompanhado por ultrassom e, ao término, é realizada uma microcirurgia para a retirada de veias varicosas tortuosas, isto é, aquelas que não podem ser tratadas por laser. Feito por um médico angiologista, a escleroterapia pode ser realizada através da aplicação de glicose e laser no local atingido pelas varizes. Esse tratamento também é popularmente conhecido como “aplicação para varizes”. A aplicação é feita diretamente nas varizes. Quando é feita a cirurgia a pele pode ficar perfeita, lisinha, mas durante a vida, outras varizes podem surgir.

Como eu disse acima, é muito comum o aparecimento das manchas e, por mais que tudo seja feito de forma adequada, elas podem surgir.

Este tratamento é realizado em pequenos vasos e as aplicações variam de acordo com a quantidade de vasinhos. Tratamento de varizes cirúrgico e a laser O tratamento cirúrgico de varizes pode ser convencional ou a laser. Neste artigo, vou explicar um pouco sobre essa tecnologia, as diferenças entre os tipos de laser existentes e esclarecer em que casos ele pode ser utilizado. Nos casos em que existem varizes maiores e insuficiência da veia safena, o laser também pode ser empregado. Nesse ponto os cirurgiões vasculares entram em consenso: SIM, o tratamento das veias safenas com laser é melhor do que a retirada convencional da veia (safenectomia). Mesmo quando aplicado de forma correta, o laser pode causar complicações, assim como qualquer método de tratamento das varizes e vasinhos. O tratamento com laser transdérmico é feito no próprio consultório, não requer internação e nem repouso após. A Escleroterapia, mais conhecida como aplicação, é uma forma menos invasiva de tratamento das varizes, que é capaz de “secar” ou “queimar” os vasos doentes. Este procedimento permite o tratamento de varizes mais calibrosas, sem a necessidade de uma intervenção cirúrgica, podendo ser feita na própria clínica ou consultório. Chamado de escleroterapia, o tratamento para varizes é feito de diversas formas sendo uma delas a espuma densa. Por isso, os médicos recomendam que o tratamento seja feito apenas 3 meses após o nascimento do bebê. Casos Cristiane Vilaça enfatiza que a aplicação com espuma pode ser feita em praticamente todos os casos de varizes, mas que é mais aconselhável para situações graves. Se as varizes forem superficiais e não excederem uma largura de 2-3 mm eu sugiro a injecção de esclerosantes ou tratamento por via do laser. É um tratamento que requer apenas anestesia local e por isso pode ser feito em ambulatório.